O EFEITO “SOMBRA” DO ATAQUE DRACONIANO AOS SIRIANOS

(texto publicado em 10/10/2014)

Bom amigos, dando continuidade às informações para atualizá-los, vou procurar explicar de forma clara o que vem a ser esse efeito “SOMBRA” que tenho descrito nas últimas matérias postadas. No mês de fevereiro de 2014, houve um ataque planejado pela liderança dos DRACONIANOS contra a nave Mãe da Federação SIRIANA, para desestabilizar o projeto do Comandante SANANDA – MICAHEL – ARCANJO MIGUEL – JESUS CRISTO, conforme o nome que vocês prefiram na sua linha de entendimento ou crença. Este ataque foi premeditado para desestabilizar os trabalhos conjuntos da FRATERNIDADE BRANCA e do COMANDO ESTELAR, na Operação Resgate e no despertar da consciência da humanidade.

O ataque foi composto de aproximadamente 412 milhões de naves de pequeno e médio porte, com uma tripulação que oscilava entre 412 a 720 milhões de reptilianos, andróides, dracos e clones cibernéticos que operavam essas naves, com uma finalidade única. Não da total destruição da armada Siriana e de seus aliados, mas na verdade interromper diversos projetos de ajuda à TERRA, e criar conturbação no palco político e espiritual da humanidade. Essa ofensiva militar dos Draconianos, já se sabia que não teria como superar o avanço tecnológico dos Sirianos, mas sim causar problemas e atrasos nos projetos do despertar da consciência humana no plano físico e astral.

Alguns de vocês devem se lembrar das notícias sobre um aumento estranho nas explosões solares no início do ano. Pois bem, não foram explosões solares, mas sim uma guerra de proporções estelares a cerca de 75 milhões de quilômetros da órbita da Lua, na sua faixa orbital, o que ajudou a encobrir parte do conflito e mesmo assim foi possível observar a luminosidade das explosões desse conflito armado. As mais de 412 milhões de naves da armada imperial draconiana foram desintegradas gradualmente no conflito, mas os seus tripulantes não foram mortos, pois devido a proposta de não agressão e de evitar ao máximo a morte de seus oponentes, os armamentos das naves sirianas desintegram e teletransportaram seus alvos orgânicos para mundos de exílio umbralino. Mas como o conflito ocorreu a cerca de apenas 75 milhões de quilômetros, que é na verdade a metade da distância da TERRA ao SOL, significa que devido à proximidade com o campo gravitacional conjunto da TERRA e LUA, uma parte desses draconianos acabou sendo absorvida no fluxo temporal da TERRA entre o ano de 1840 até 2042 da nossa linha temporal, no umbral. Essa guerra foi no plano físico 3D, mas o desdobramento psíquico desses seres foi projetado no astral e umbral da TERRA-LUA.

São cerca de 103 milhões de draconianos, greys, zetas e formas andróides, que se projetaram para se esconder no plano umbralino da Terra. Como esse deslocamento ocorreu entre 3D e 4D, esses seres podem se deslocar livremente entre o fluxo de tempo que foi demarcado, pela questão gravitacional e angular em relação ao plano equatorial da TERRA. Assim, esses seres têm condições de criar um efeito “SOMBRA” que na verdade é a condição de gerar um efeito de paradoxo existencial a partir de uma determinada situação, criando assim 2 realidades que interagem ao mesmo tempo, deixando as pessoas perdidas e bi-locadas, como se estivessem vivendo 2 realidades ao mesmo tempo. Dessa forma, as pessoas não conseguem entender ou se focar no que realmente está ocorrendo, pois a sua realidade encontra-se misturada a um plano paralelo, onde o seu corpo astral e o perispírito estão inseridos e sendo vampirizados pelas energias psíquicas desses seres.

O efeito sombra portanto, cria nas pessoas uma condição de perturbação, no qual ela perde o equilíbrio e o sentido da vida, começando a buscar aleatoriamente por várias opções e caminhos, mas todos fechados e voltando ao ponto anterior, pois essas pessoas acabam perdendo a conexão real com suas entidades. Aqueles que são médiuns de incorporação e não têm firmezas realizadas, como suas entidades devidamente assentadas, acabam perdendo a conexão e deixam de incorporar essas entidades, podendo receber outros seres como os temidos ZOMBETEIROS ou coisa pior. Esta condição é um fator de desequilíbrio para muitas pessoas sérias, que têm um trabalho bonito. Os reforços para ajudar essas pessoas já estão a caminho, mas mesmo assim a maior parte da humanidade não está a par e não tem como se proteger, pois encontra-se presa aos hologramas da TV e dos meios de comunicação governamentais.

Este grupo de draconianos e de seus aliados que foram projetados no fluxo temporal da TERRA, estão buscando se associar aos já existentes reptilianos e Xopatz da TERRA para ampliar uma malha ou rede de hologramas e percepções negativas utilizando inclusive o contexto religioso e ideológico de muitas culturas, intensificando inclusive uma guerra santa religiosa entre as diversas facções religiosas que existem na atualidade na TERRA, criado assim a perseguição por parte dos diferentes grupos com as minorias, que não professam a mesma ideologia ou crença. Isso inclusive já está ocorrendo em grupos isolados da Mesopotâmia, como tem sido vinculado pelas notícias e está gerando um ataque militar dos EUA contra esses grupos. No caso do Brasil que inicialmente está fora desse contexto o problema encontra-se no âmbito emocional e psíquico, justamente pelo povo brasileiro apresentar um alto gradiente de mediunidade e sensibilidade psíquica, o que vai aumentar os casos de bipolaridade e outras questões mentais e mediúnicas, que acabam sendo tratadas pelos psicanalistas e psiquiatras com medicação pesada.

Esse efeito sombra vai gerar, portanto, para algumas pessoas, um sentimento de se encontrarem desalinhadas ou parcialmente desacopladas, como se não estivessem completas, faltando alguma coisa. Sua concentração mental também vai ser potencialmente afetada e vão ter dificuldade em estudar e gerar a devida concentração do mental racional, obtendo um quadro claro de evasão emocional e intelectual, ficando abertas à presença de obsessores e intrantes. Quando essas pessoas já apresentam um passado associado aos antigos conflitos da política da galáxia, como da grande guerra de Orion, Avyor, Pégaso e outras, o que inclui uma grande parte da atual humanidade no plano físico e astral, acabam tendo conexões dessas realidades com as atuais linhagens desses reptilianos e os eventuais fractais que atuaram nesse contexto são novamente atraídos pelos humanos, amplificando o quadro obsessor e a problemática desses contratos.

Foi este o foco desse ataque contra as naves da Federação agora em fevereiro. Não era vencer a armada da Federação, mas apenas criar distúrbios e complicar os trabalhos que já se encontravam adiantados e rendendo benefícios ao planeta e a sua humanidade. Por isso que foi solicitada essa nova sintonização para ajudar no equilíbrio de pessoas que já vinham com uma enorme sensibilidade em pleno desenvolvimento, e que já vêm me relatando desde maio de 2014 essa dificuldade e desacoplamento alternado. Já são os efeitos dessa intervenção ou mesmo da infiltração de agentes externos no processo de libertação para quebrar a continuidade do CICLO REENCARNACIONAL NA TERRA. É exatamente isso que eles querem. Não querem que as pessoas iniciadas e pessoas que atingiram a iluminação possam deixar o processo encarnacional na realidade 3D da TERRA. Para isso eles estão interferindo, gerando confusão e buscando reativar de alguma forma os contratos de medo, culpa e carma, para deixar holograficamente estas pessoas presas novamente ao ciclo das encarnações em 3D. O efeito deste problema já se fez sentir no plano astral e nas cidades de tratamento psíquico como no “NOSSO LAR”, onde as almas passam a entender a vida após a morte e a possibilidade de não retornar e ficar no plano astral, resgatando dessa forma suas questões passadas familiares ou além disso. Muitas almas têm chegado com hologramas pesados que foram inseridos no inconsciente coletivo do astral da TERRA. Portanto, o trabalho está sendo realizado de limpeza e resgate também nas colônias dos desencarnados desde março de 2014, mas com desdobramentos retrógrados na linha temporal da TERRA.

Para cada pessoa esse efeito sombra vai gerar algum tipo de desconforto e uma sensação de estar desacoplada pela metade, como se faltasse alguma coisa no quadro psíquico e mental, mas não dores, simplesmente um vazio e ao mesmo tempo uma letargia de não querer fazer nada e dormir por horas a fio, devido a um cansaço estranho. Isso são na verdade os efeitos do corpo astral e perispírito estarem defasados em alguns graus em relação ao acoplamento correto com o corpo físico. Por isso que esse quadro poderá afetar os médiuns de incorporação e canalização, que vão estar desalinhados no seu contexto energético e emocional. Portanto, a recomendação a todos é se centralizar na auto aplicação dos símbolos, meditações, quebra de contratos e pedir proteção contra estes aspectos que foram gerados já a partir desse ataque de fevereiro com sua repercussão na nossa linha temporal do ciclo encarnacional.

Gradualmente vou notificá-los dos avanços e das tarefas a serem realizadas, para ajustar e equilibrar o nosso quadro existencial na TERRA. Os comandantes estelares querem que vocês se concentrem nas suas questões e que não se preocupem com o desenvolvimento do conflito, pois vocês não podem ajudar. Preocupem-se com vocês e busquem o seu equilíbrio e bom senso na TERRA. Dessa forma vocês os ajudam mais do que atrapalham. Aqueles que são sintonizados na CQE e que têm patente de comandantes, naturalmente já estão sintonizados com esta situação e têm atuado em conformidade, já que o seu corpo ASTRAL SUPERIOR e o CORPO MORONTIAL se encontram atuantes nas esferas além de 5D / 6D, como membros da tripulação dessas naves ou de outras da FEDERAÇÃO GALÁCTICA ou dos MERKABAS da ORDEM SANTA ESMERALDA, este sim estão muito mais interligados com o trabalho que estará sendo realizado pelas equipes de resgate e ajuste das realidades paralelas da TERRA, para os próximos anos, tendo portanto funções diferenciadas. Para estes alunos despertos a sua intuição vai funcionar bem mais nitidamente e vão ter respostas à medida que forem lendo estas informações e tomando assim a consciência do que está ocorrendo ou do que já ocorreu durante 2014, onde provavelmente já estão trabalhando e muitos até participaram do combate dentro dos Merkabas e naves da Federação paralisando o ataque reptiliano.

Abraços a todos e paz no coração.

Rodrigo Romo,
São Leopoldo, RS, 10/10/2014

Capa Guerra Anesh

Vídeo disponível na Romomídia, com explicações detalhadas sobre esta guerra. Para venda ou aluguel.