CHINA LANÇARÁ SATÉLITE QUÂNTICO À PROVA DE HACKERS

Esta tecnologia é o primeiro passo para a construção de uma rede de comunicações inviolável baseada na física de ponta.

A China lançará primeiro satélite quântico do mundo no próximo mês para demonstrar uma série de tecnologias avançadas, tais como comunicações à prova de hackers e teletransporte quântico.

A Academia Chinesa de Ciências finalizou os testes de qualidade em solo e o satélite será levado para o Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan, na Mongólia no início deste mês para um lançamento a bordo de um foguete Long March 2D em meados de agosto, de acordo com um relatório no site do governo central postado na sexta-feira.

O projeto tem atraído a atenção de cientistas e governos em todo o mundo, pois poderia fornecer soluções para alguns problemas significativos. Com o rápido avanço da tecnologia quântica nos últimos anos, acredita-se que os computadores quânticos em breve estarão disponíveis, mas esse computador seria tão poderoso, que poderia hackear todos os métodos de criptografia atualmente em uso.

A única maneira de garantir que as comunicações permaneçam seguras no futuro próximo, será usando uma rede quântica. Isso poderia desafiar as tentativas de espionagem, fazendo uso de uma lei fundamental da física quântica – que a informação transportada no estado quântico de uma partícula não pode ser medida ou clonada sem destruir a informação em si.

Pesquisadores já estabeleceram redes quânticas terrestres com até até 1.000 km de comprimento, mas o satélite quântico aponta para uma meta ainda mais elevada. Seria estabelecer uma ligação entre a China e a Europa para provar que uma rede de escala global, ou internet quântica, é viável.

Se a tecnologia funcionar, iria encontrar aplicações imediatas para o governo e militares. Pequim poderia se comunicar com um submarino nuclear longe no Pacífico através de um satélite quântico sem se preocupar se a informação poderia ser decifrada por um terceiro.

Os pesquisadores também esperam esclarecer o fenômeno do entrelaçamento quântico. Esta teoria diz que as partículas podem estar ligadas de uma forma que a mudança no estado de uma partícula afetaria instantaneamente a outra, mesmo estando em locais distantes.

Em campo, os cientistas têm conseguido o entrelaçamento quântico a uma distância de 100 km, mas o satélite quântico irá enviar o experimento para o espaço exterior.

A tecnologia de entrelaçamento permitirá que as informações viagem a velocidades maiores do que a luz sem a necessidade de qualquer meio físico entre o emissor e o receptor, e tornará a comunicação interestelar ou intergaláctica tão fácil como fazer um telefonema na terra.

 

Traduzido de South China Morning Post, publicação de 05 de julho/2016 – Fonte: http://www.scmp.com/news/china/policies-politics/article/1985332/china-launch-hack-proof-quantum-satellite-next-month#comments