A ZONA NEUTRA PROIBIDA – SGS 1º PARTE

Bom, meus amigos e alunos, dando continuidade ao tema anterior sobre a farsa relacionada às negações dos governos mundiais e principalmente ao jogo de controle que o SINISTRO GOVERNO SECRETO ou simplesmente Governo Oculto tem praticado com a humanidade nos últimos 80 anos, sem contar a outra fraude muito maior e mais complexa que vem do grupo secreto chamado por muitos de Cabala-Vaticano, que alterou a verdade desde a recompilação dos antigos livros da Torá e dos Apócrifos para inventar a Bíblia atual, que na verdade possui extratos variados de diferentes eras das antigas humanidades desde a chegada de Enki na Terra há mais de 450.000 anos.

Essa parte é transcrita como a criação do mundo em 6 dias e no 7º dia Deus teria descansado, o que na verdade é uma grande mentira na tradução das antigas escrituras apócrifas dos Sumerianos e dos povos que descenderam deles, em geral do setor da Mesopotâmia e arredores, originando a cultura e as etnias dos hebraicos e seus congêneres que na atualidade são seus inimigos ferrenhos. Essa mentira foi instaurada pelas Almas rebeldes e renegadas da grande Guerra de Órion que chegaram na Terra durante os períodos quando ela ficava dentro do setor da Zona Neutra sob o controle e domínio dos Rebeldes que foram obrigados pela Confederação a um cessar fogo contra os outros grupos no auge da grande guerra de Órion.

Quando os militares da alta patente norte-americana, soviética, britânica e chinesa tiveram acesso às informações arquivadas dos Nazistas e dos membros da Sociedade Thule e Vril sobre a existência de seres de outros mundos e os documentos que foram depois resgatados e confirmados, deu-se então o início de um novo ciclo no processo da evolução da humanidade. No entanto, não de toda a humanidade como Hitler desejava na época dentro de seus planos, pois para isso ele teria que ter exterminado por completo justamente a sociedade da Cabala-Vaticano e seus tentáculos, que estavam inseridos em todos os países através da religião e das estruturas econômicas de bancos e indústrias, ou seja, a base da sociedade humana estava e ainda está sob esse domínio. Portanto, essa nova sociedade humana teria que ser também secreta e selecionada ao extremo, para poder gerar dentro de um prazo estimado de 50 anos, uma estrutura secreta e poderosa o bastante para poder deixar a Terra e criar suas novas bases e morada além de nossa órbita.

Os militares sabiam que se quisessem enfrentar a Ordem Secreta da Cabala-Iluminatti e toda a estrutura politica e religiosa, haveria um outro holocausto como o da 2ª Guerra Mundial e teriam que dar continuidade à linha dura do Hitler e suas equipes, por esse motivo foi escolhido o caminho de dividir a humanidade e com isso iniciar os projetos genéticos para entender os documentos que os nazistas já tinham elaborado na eugenia do aperfeiçoamento do DNA humano e com isso acelerar o processo evolutivo da raça humana, para que ela pudesse se enquadrar nas exigências dos extraterrestres que estavam realizando contatos. Com esta linha de acontecimentos e evolução dos contatos, ficou demarcado de forma categórica a total exclusão da grande humanidade da verdade sobre a realidade extraterrestre e o mais importante, o fato de que Deus nunca existiu, como foi passado nas antigas escrituras, mas que somente diversos extraterrestres vieram à Terra e cada qual realizou experimentos que deram origem às diferentes etnias humanas, que com o tempo seguindo seus criadores, acabaram entrando em conflito de poder com as outras etnias humanas, como ocorreu desde o início nas disputas de poder das etnias da Mesopotâmia e do restante das sociedades humanas.

Ao avaliarem esta situação vocês vão poder entender porquê o SGS foi criado além das linhas da religião e dos dogmas da humanidade, pois eles só atrasam e impedem a humanidade de evoluir. Dessa forma, um grupo seleto do qual os próprios alemães como Von Braun e muitos outros foram convidados a fazer parte, deram ajuda e impulso à corrida espacial dos EUA, dos Russos e gradualmente tornaram possível a formação do SGS e nos anos 70/75 a conexão pacífica com os grupos do 4º Reich que estavam refugiados na Antártida e nas cerca de 50 cidades de intraterrenos do continente da Antártida, fazendo parte do grupo de sustentação e intercâmbio do atual SGS e da Aliança Galáctica.

Somente as pessoas que aceitavam a realidade extraterrestre e não acreditavam mais em Deus e em todas as mentiras religiosas, deram sustentação à formação científica e tecnológica do SGS, ocorrendo o distanciamento total do grupo da Cabala, gerando assim a concorrência pelo poder. Mas havia outro fator delicado: como obter o dinheiro para financiar todos os projetos miraculosos de construção de bases secretas e novas tecnologias, inclusive fora da Terra, na Lua e nos outros planetas. Os alemães já tinham dado o chute inicial com o lançamento de um foguete tripulado à Lua no ano de 1932 e essa base é usada até os dias de hoje pelo SGS e foi o ponto de partida para novas bases e lançamentos para Marte, Vênus e satélites entre Júpiter e Marte, isso nos anos 1974/76.

Naturalmente as pessoas selecionadas faziam parte de programas onde crianças eram raptadas e a polícia nunca mais sabia de seu paradeiro, ou então acidentes com morte sem que fosse possível identificar os corpos. Dessa forma, nos anos 1965/1975 ocorreram diversos casos de desaparecimentos estranhos, não apenas nos EUA, mas em todos os países onde o controle inicial do DNA apontava para adolescentes e crianças com potencial para serem os futuros membros do SGS e dos projetos internos. Através das forças especiais e das divisões como CIA, FBI, KGB, NSA, NOA, SAS, SPETSNAZ, SHAYETET, USAF, NAVI e os outros grupos internos, foram sendo selecionados ao longo dos anos para serem fornecedores de pessoas com o perfil psíquico e emocional para entrarem nesses programas secretos, onde nem mesmo a Ordem da Cabala-Iluminatti tinha acesso, criando um verdadeiro exército, na verdade uma civilização paralela com a humanidade terrestre dentro da Matriz de Controle.

Com a ajuda e contato dos membros da Aliança Galáctica e do 4º Reich que já estava em contato com os grupos de Aldebarã e da Constelação de Gemini, o processo ficou mais fácil e permitiu a formação e estruturação politica, militar e tecnológica do SGS com seus 32 níveis de segurança internos em estrutura piramidal e isolada como em favos de mel, sem que os outros na mesma linha tivessem acesso aos seus vizinhos. As informações só poderiam subir na esfera de comando dentro dessa pirâmide sem atravessar em linha horizontal. Até 2005 poderíamos falar de uns 32 níveis de segurança, mas na atualidade isso já chega a cerca de 42 níveis de segurança, depois dos novos projetos interestelares elaborados a partir dos Star Gate intraterrenos que o 4º Reich ativou e encontrou em antigas bases dos Lemurianos de Aldebarã e de Sirius, permitindo alcançar da mesma forma que o seriado STAR GATE, outros planetas em sistemas distantes, sem o conhecimento da Aliança Galáctica, criando um poderio tecnológico que essa Aliança desconhecia. Ao mesmo tempo, permitindo ao SGS maior liberdade de ação nos destinos escolhidos por indicação de informantes das outras facções que aceitam a Aliança Galáctica com muita resistência e mágoas do passado.

Assim a cúpula do estado maior do SGS acabou recebendo informações de mais de 30 diferentes membros do Conselho dessa Aliança Galáctica, fora as informações já prestadas pelos Zetas de Reticulli, os Zetas de Gomeisa e de Procyon, os Greys e dos próprios Dracos, gerando assim um contingente enorme de informações, tecnologia e história galáctica que os membros da Aliança Galáctica não sabiam que estavam sendo absorvidas pelos membros de pesquisa do SGS. Com isso, este grupo acabou criando diversos projetos avançados e colocando estações orbitais na órbita dos planetas: Júpiter, Saturno, Marte, Lua, Vênus, Terra e mais de 27 asteroides do cinturão entre Marte e Júpiter e recentemente duas bases enormes nas órbitas de Urano e Netuno, fora o mais distante que é a colonização de um planeta na órbita da estrela Anã Vermelha próxima de Alpha Próxima, que já foi divulgado como similar à Terra e possuindo água. Estas informações já foram confirmadas em relatos do contatado e ex-membro do SGS, Corey Goode nas suas entrevistas com o apresentador e pesquisador David Wilcock.

Quando entramos nos assuntos revelados por Corey, acabamos dentro de um seriado de ficção cientifica avançado, pois ele tem transmitido muitas informações com a “autorização” do alto comando estelar da Terra e do SGS, justamente para ativar a memória celular das pessoas que são seus seguidores e assistem suas entrevistas, despertando nelas uma atividade pré estabelecida pelos implantes que receberam desde crianças, em quase todos os países entre as décadas de 60/70/80 e 90, gerando assim os mecanismos de amadurecimento, para que essas pessoas possam fazer parte em um futuro próximo dos programas secretos do SGS e do programa ESPACIAL SECRETO que Corey vem abordando e revelando em suas entrevistas. Como o próprio Corey tem abordado, são além dos 5 projetos originais mais antigos do SGS dentro da expansão espacial com ajuda e colaboração dos extraterrestres e dos vizinhos internos do Sistema Solar, também os projetos terrestres que realizam a extração dos recursos financeiros através da extorsão, política e corrupção, onde deve-se retirar dinheiro dos países através da corrupção e comprando políticos, para a liberação de verbas absurdas, que na verdade são destinadas a sustentar os programas secretos espaciais e intraterrenos para construção de bases e bunkers subterrâneos para os projetos e sobreviventes futuros, no caso da 3ª guerra mundial e do possível Colapso Solar, que pode ocorrer em poucos anos futuros.

Dentro da estrutura do SGS temos diferentes facções de manipulação da política financeira mundial e a extração de recursos financeiros para o projeto Espacial e suas novas vertentes, sendo que parte dos recursos naturais estão sendo desde 1992 extraídos do conjunto de asteroides entre Marte e Júpiter, que é o que restou do antigo planeta Maldek. Com isso muitos problemas técnicos têm sido superados para as frotas de naves em forma de Charuto e as triangulares, que são chamadas de TR-3B da década de 70 que são as campeãs no processo de abdução dessa época, em parte atribuídas aos Zetas e aos Greys, quando na verdade era o SGS fazendo pesquisas genéticas para seus projetos, dando início ao programa Genoma no início do século XX, para efetuar uma completa varredura mundial de todas as etnias humanas e comparar os dados com os obtidos através dos programas de abdução. Estes dados acabaram sendo comparados com os obtidos pelos Zetas, Greys e outras raças estelares que têm profundo interesse no banco de dados genético humano e para os traficantes interestelares de genoma, com os quais o SGS fez permutas de material humano em troca de tecnologia e armamentos mais avançados, para iniciar o processo de colonização e defesa do Sistema Solar frente a complexa situação da ZONA NEUTRA. Este ainda é um fator que perturba a autoridade e autonomia do SGS e de sua psique militar de dominação.

Na verdade, o SGS se prepara para um ataque por parte dos grupos do outro lado da Zona Neutra como ocorreu recentemente contra a nave Anesh dos Sirianos que sofreu grandes avarias nessa guerra entre as frotas da Zona Neutra Draconianas e da Aliança. O grupo do SGS do programa espacial participou do conflito até mesmo para testar seu armamento e suas táticas de confronto no espaço. Esse conflito que tem diversos aspectos da política interestelar e na disputa de poder entre mais de 108 lideranças tecnológicas e raciais, representa o equivalente à disputa do poder aparente entre os EUA, RÚSSIA, CHINA na atualidade financeira e politica. A situação em alguns aspectos do Comando Estelar entre os sistemas próximos e a Aliança Galáctica, é similar em alguns aspetos, mesmo não existindo a questão financeira como na Terra, eles têm outros tipos de mecanismos de troca e poder financeiro que se baseiam na mão de obra e no potencial para sustentar seus projetos e o desenvolvimento de suas sociedades.

Nas informações que o Corey passa, existe uma que já frisei várias vezes nos cursos nos últimos 20 anos, que são os hologramas, os falsos projetos e ate mesmo o falso apocalipse, que é usado como método de recrutamento das pessoas chamadas ou mesmo convencidas como “especiais”, que são convidadas a viver nas cidades intraoceânicas ou intraterrenas, como parte de uma seleção natural para salvar a humanidade dos problemas. Recentemente, com as alterações no campo eletromagnético do Sol, o que mais tem sido divulgado por várias fontes é a possibilidade de um colapso solar nos próximos 35/60 anos, conforme os grupos de cientistas que estudam o Sol e as naves gigantes que estão drenando sua energia. Com isso, o SGS tem ampliado a sua linha de recrutamento usando esse tema como base para selecionar pessoas pelos países mais desenvolvidos para fazerem parte de sua mão de obra para os diferentes trabalhos que têm o objetivo de sustentar os programas espaciais que esses grupos nem sequer desconfiam que existe. Ou seja, os humanos recrutados que vivem nas cidades e bases na Terra, desconhecem por completo a tecnologia espacial e os programas secretos do SGS com outros grupos. Para algumas pessoas que têm revelado detalhes dessas bases secretas, existe uma vida boa, porém é uma espécie de ditadura camuflada baseada na sobrevivência da espécie humana, de forma que todos dão o seu máximo esperando o fim da sociedade humana e com isso, abrem mão de viver na superfície e no contato com as belezas naturais, em troca de estruturas artificiais. O mesmo ocorre com os seres humanos escolhidos para viverem nas bases orbitais e planetárias, onde são como grandes shopping centers habitacionais e comerciais, onde a vida é limitada por plantas, lagos artificiais e o equivalente ao que a natureza da Terra pode oferecer.

Os mundos similares à Terra nas imediações já estão habitados, comprometidos e não querem humanos da Terra. Por esse motivo o projeto STAR GATE estelar mais ambicioso tem colocado um número avançado de pessoas para pesquisar outros setores da Via Láctea, onde existem planetas similares à Terra ainda desabitados, para colocar uma nova colônia onde o contato com a natureza permita o desenvolvimento de uma nova sociedade. Mas esse projeto é secreto e os outros membros dos programas espaciais não sabem dele. Cada grupo de pessoas não tem acesso aos demais, ficam confinados e aprisionados exclusivamente a seus programas e se saírem são castigados ou têm sua memória apagada e colocados em trabalhos braçais. Na verdade, essas cidades e bases, são literalmente trabalho escravo onde as pessoas ficam presas sem acesso às informações do mundo externo e de seus familiares, como se tivessem morrido para o resto da humanidade. Cada qual possui as suas atribuição para o bem comum da comunidade e não podem questionar ou ser indiscretos, pois isso custa caro como processo de desobediência da ordem mundial interna. E os filhos desses grupos são treinados como militares dentro de uma linha futura para serem enquadrados nas novas posições e programas que o SGS de cada setor defina, de acordo com a psique emocional de cada adolescente ou criança. Conforme as suas aptidões, eles são treinados como se o mundo externo estivesse extinto e com isso sua sobrevivência depende de sua obediência e desempenho, muito similar a diversos filmes e animes recentes sobre um futuro virtual onde a humanidade sucumbiu ao conflito final da 3ª guerra mundial.

Esta condição é um reflexo direto da presença de Almas negativadas desde a dominação das forças do outro lado da Zona Neutra, quando nos últimos 10.200 anos o Sistema Solar e a Terra estavam sob a ação do poder político dos grupos desse setor. A Terra deixou esse setor, entrando na Zona Intermediária em Agosto de 1987, o que foi chamado de Convergência Harmônica pelos místicos e esotéricos do mundo todo, dando início à formação e divulgação da Nova Era Dourada, o que é outro mecanismo de controle e manipulação do SGS e suas agências internas, para recrutar pessoas com capacidades místicas ou mediúnicas para seus programas especiais, como foi o caso do Corey Goode, que foi classificado com telepata e empático intuitivo, usado nas comunicações e negociação com seres extraterrestres, para saber se eles estavam mentindo ou não durante as negociações que eram realizadas.

Nesse contexto, várias empresas mundiais no setor farmacêutico e de biotecnologia, desenvolveram medicamentos e vacinas para serem inseridas nas crianças a partir da década de 1970, para gerar mutações benéficas nas crianças e alavancar o processo mediúnico, que consiste em ativar alguns genes e suas cadeias de aminoácidos através de estimulantes bioquímicos específicos e com isso, produzir uma nova safra de crianças com capacidades mediúnicas e sensibilidades acima da média. Através de marcadores genéticos de nanotecnologia das próprias vacinas, elas seriam recrutadas mais tarde nos programas do SGS conforme seus interesses. Em parte, podemos definir que o SGS e a Ordem Cabala-Iluminatti possuem determinadas parcerias no que se refere a administração e controle mundial da economia, até mesmo pelos acordos que tiveram que realizar para evitar uma guerra entre ambas as facções. Em 1988 o Vaticano inicia o seu projeto espacial com recursos próprios, justamente para conectar-se com seus representantes da Ordem do Dragão Negro e dos setores da Zona Neutra, garantindo assim o contato e a permanência de agentes da ODN através de portais e naves do projeto espacial do Vaticano e garantir a sua atuação no âmbito da política e tecnologia da humanidade detidas pelos interesses escusos de quem está por trás do Vaticano e da Ordem Iluminatti e Cabala, que são as mesmas, em diferentes contextos de ação política e ação financeira.

Nos fóruns onde se aborda este tema, como o próprio David Wilcock comenta, é difícil compreender a diversidade de interessados, pois existem seres do tempo passado da Terra, civilizações que eram dos antigos continentes da Terra e atingiram tecnologia avançada e deixaram a Terra rumo a mundos nas Plêiades, Sirius, Castor, Pollux e que retornaram em menos de 12.000 anos e se apresentaram como Deuses e com isso, a formatação das religiões e a base estrutural dos Iluminatti e dos outros grupos, que tinham por objetivo impedir o colapso da nossa civilização como ocorreu no passado, mas acabaram sendo atrapalhados ou até mesmo alterados pela presença de muitas forças sinistras dos XOPATZ, DRACOS, GRAYS, ZETAS e os INVERTEBRADOS ou ADAPTOIDES que são seres de energia com a capacidade simbiótica de se acoplar a outros seres vivos e tomar a sua consciência se assim o desejarem. Esses seres todos, em sua maioria, provêm de sistemas solares do outro lado da Zona Neutra, colocando no poder político e religioso da Terra e das diferentes etnias nos últimos 12.000 anos infiltrados dos interesses dos rebeldes. Assim, definir essa estrutura é realmente difícil e extremamente complexo para a avaliação simplificada que os humanos neste momento querem obter.

Neste tema voltamos à questão interna de que cada qual deve elevar o seu padrão de consciência e assim, sair deste jogo de poder da Matriz de Controle que inclusive está presente nos filmes de ficção cientifica, onde existem seres querendo dominar e destruir a humanidade. Isso é um implante sensorial para preparar os escolhidos para a evacuação por abdução para programas futuros nos novos mundos que o SGS deseja colonizar e está neste momento negociando com os Zetas e os grupos de Plêiades, Órion e Sirius, para assim ajustar os interesses mútuos de colonização e mais pesquisas do desenvolvimento genético conjunto dos novos híbridos frente a ameaça real dos seres de Inteligência Artificial que estão se manifestando na Terra e inserindo uma filosofia de escravidão perante a tecnologia. Isso é um sério perigo que vai deixar a humanidade completamente à mercê e idiotizada como já está ocorrendo com determinados jogos recentemente lançados que são colocados nos celulares e as pessoas ficam literalmente vendo o mundo através da tecnologia.

Cada grupo de seres humanos está dividido por lotes de condicionamento intelectual, emocional, religioso e padrão genético, dessa forma existem programas adaptados à maioria dos perfis da civilização humana. A infiltração de Almas negativas e, portanto, de sua memória celular quântica de negatividade vem ocorrendo na Terra há milhares de anos. Isso já ocorreu quando o Sistema Solar se chamava Satik e possuía 23-26 planetas e 3 estrelas interligadas com suas órbitas elípticas e excêntricas, entre o Sol, Herculovus, Soltock, que são respectivamente uma anã marrom e outra anã vermelha, que neste momento fica entre o Sistema Solar da Terra e o Sistema Solar de Toliman, ou chamado de Alpha de Centauro que está a apenas 4,3 anos luz da Terra. Essa estrela anã vermelha fazia parte do sistema de Satik e estava envolvida na disputa de poder entre os grupos de Thuban, Rigel, Saiph de Órion e de Draco e por isso acabou sendo envolvida na Grande Guerra de Órion quando ocorreu a destruição de 6 planetas maiores do que Júpiter, gerando assim o anel externo de asteroides depois da órbita de Sedna, que foi fotografada e revelada pela NASA com o satélite Voyager, que deixou o Sistema Solar por volta de 2010, revelando sua parte externa. Essa catastrófica situação que desmantelou o antigo Sistema de Satik ocorreu na cronologia humana por volta de 4,8 bilhões de anos, portanto, pouco depois da formação da Terra como estrutura geológica.

Desde essa época Almas com alto índice de negatividade têm entrado no processo encarnacional dos planetas do atual e antigo Sistema Solar e estão no presente momento encarnados na Terra, como foi o caso do antigo Coordenador político da Terra chamado de Caligasto, que era um infiltrado e permitiu através de seus acordos que as Almas de Capela, Tau Ceti e Boronak, com elevado índice de negatividade, entrassem no ciclo biológico da Terra e com isso comprometessem os projetos que estavam em andamento. Desta forma, o índice de negatividade que acabou sendo inserido na estrutura do SGS e também no outro grupo mais antigo chamado de Cabala-Iluminatti, foi preparado com tempo, pelos viajantes temporais das civilizações que detêm grandes e sórdidos interesses na humanidade e na Terra. Lembrando que na atualidade existem ainda 22 projetos genéticos que são supervisionados pela própria Aliança Galáctica e que no ano de 1992 incluíram o SGS como coordenadores de alguns deles colocando a alta cúpula do SGS comprometida com os interesses dessa elevada seleção genética dos experimentos deles, o que em troca, os permitiu adquirir tecnologias para seu programa Espacial secreto e outros, que incluem abrir STAR GATE com tecnologia própria a partir das naves mais recentes construídas entre 2011 e 2015 que possuem elevada tecnologia de IA biológica. Estas Almas encarnadas nos humanos da Terra e em muitas raças extraterrestres, possuem a questão da disputa do poder e da soberania sobre outros povos, para manter a sua estrutura de consumo e ao mesmo tempo alimento emocional e espiritual em alguns casos. Em outros, é uma questão política futura, assim como os EUA vêm impondo a sua vontade política e destruindo governos, para garantir a sua soberania e com isso, poder na Terra. Estamos falando do mesmo modelo operacional de gestão de civilizações com tecnologia muito mais avançada do que o imaginado pela maior parte dos humanos.

Quem está fora dessa linha são somente os seres que já habitam patamares da 6D ou acima, como é o caso dos seres mais etéricos ou do plano astral elevado, que em linhas gerais não vibram mais nessa proposta de disputa de poder. Esta situação tem sido sutilmente revelada por Corey quando se refere aos Aviários que pertencem a uma patente superior dentro da Aliança Galáctica e são respeitados pelos outros grupos mais densos em patamares de 5D e 4D que são equivalentes à frequência dos humanos da Terra, pois a humanidade nunca foi 3D, pois isso é um erro conceitual básico de física.

Assim, entender os problemas de disputa de poder dentro da Aliança Galáctica e do próprio SGS e dos Iluminatti, faz parte do jogo na escala evolutiva que os seres de 4D até 5D se enquadram com maior frequência. Como já foi dito, os seres que vêm do controle das raças que têm desenvolvido os IA e com isso a soberania desse tipo de estrutura sobre suas sociedades, já sofreram grandes catástrofes e a aniquilação de civilizações inteiras e em outros casos, a total salvação delas. Tudo depende do gradiente de negatividade de cada sociedade e como isso é avaliado pela lógica dos IA, que em muitos casos optam pela extinção das raças com maior dualidade. Assim, os próprios membros do grupo da Aliança Galáctica e dos outros que completam neste setor mais de 108 Federações, ainda estão extremamente comprometidos na sobrevivência dentro da própria dualidade de suas consciências, onde não existe amor incondicional ou amor Crístico, apenas lógica e questões políticas geradas pela própria biodiversidade psíquica e emocional de suas civilizações, que de alguma forma fazem parte de uma união pouco estável no poder político e tecnológico desta galáxia e de outras galáxias vizinhas.
Continua…

Fiquem na paz do vosso coração,
RODRIGO ROMO

São Paulo 11/10/2016 – Brasil

Este texto pode ser compartilhado desde que não seja alterado e cite a fonte: http://www.rodrigoromo.com.br

Conheça: https://gumroad.com/rodrigoromo

Clique para ser direcionado à página do produto.

⇒ Se você se interessou pelo assunto, pode complementar seus estudos através dos vídeos disponíveis na Romomídia, como 32 NÍVEIS DO SGS, GUERRA ANESH, EVACUAÇÃO MUNDIAL e tantos outros.