O PORTAL HUMANO – O DÉCIMO CHAKRA

Parte do livro O Portal dos 22 Raios disponível da Loja Virtual

Este chakra faz parte dos chakras sutis, totalizando em nosso campo vital 12 chakras. Os cinco chakras sutis têm sido anunciados nestes últimos anos pelos centros esotéricos e por canalizações de várias partes do mundo. Isso está diretamente relacionado com a divulgação dos 12 Raios e sua ação sobre o planeta.

chakras-sutis

Os chakras sutis – ilustrados em amarelho com pontilhado vermelho

Esses cinco chakras ficam localizados nas proximidades do nosso corpo físico, com forte representação. Eles sempre existiram e eram conhecidos pelos grandes mestres e sábios das sociedades mais espiritualizadas. Os mestres de artes marciais eram profundos conhecedores de suas funções vitais e de como empregar sua ação energética para alinhar os movimentos do corpo na arte marcial que cada um estudava. Isso foi explorado por pessoas em diversas linhas, dentre elas os iogues e os paranormais com amplos poderes de cura. Por exemplo, temos nas mãos e pés um poderoso vórtice energético que corresponde a dois desses chakras ocultos, com os quais podemos ativar as energias telúricas dos outros chakras. Um exemplo recente dessas capacidades aliadas ao alto conhecimento dessas forças foi o grande mestre Dáscalos, que efetuava curas em instantes.

Devemos analisar a existência desses outros cinco pontos vitais, como apenas uma revelação e não como um novo ponto do corpo humano ou dos corpos sutis. O ponto focal dos nossos pés tem relação com a captação e direcionamento da energia para a kundaline, que tem antes que passar pelas pernas. Para que essa energia percorrer, antes de chegar ao chakra básico, ela precisa penetrar por um regulador energético, que é justamente a planta dos pés, um ponto, aliás, muito sensível do nosso corpo, no qual a acupuntura pode desenvolver um trabalho magnífico de harmonização para qualquer ponto do corpo.

Outro ponto é o das mãos, que são um poderoso vórtice de captação e emanação de energia dependendo do alinhamento e da intenção. Um dos golpes fatais das artes marciais denominado de toque fatal, ou toque da morte, baseia-se no poder de estimular esses centros das palmas das mãos ao irradiar um forte impulso elétrico alinhado com a kundaline que ao entrar no campo vital de outra pessoa provoca uma forte parada cardíaca, normalmente seguida de morte. Outros mestres empregavam esse mesmo princípio para curar paradas cardíacas e para irradiar energia dos outros chakras, visando aliviar ou mesmo curar feridas e doenças.

As mãos são também um ponto importante de troca energética entre as pessoas. Quando empregamos a energia sexual no carinho com a pessoa amada, estamos alinhando o chakra das mãos com a kundaline, em paralelo com o chakra cardíaco e o plexo solar. Assim, podemos transmitir a sensação de carinho e magnetismo. No tantra yoga, esse princípio é estudado e devidamente trabalhado para permitir um alinhamento das mãos com o fluxo energético dos outros chakras de forma rítmica, até atingir a ligação com os sete chakras básicos e, posteriormente, totalizar os 12 chakras nesse processo de ativação. Isso é extremamente difícil, pois como somos um ser animal estamos muito presos às energias mais densas, o que impede a expansão das energias acima do chakra cardíaco.

O 10º chakra permite um portal pessoal de comunicação com nossos planos sutis e uma linha direta com o Eu Sou e que, por sua vez, quando atingido, conecta-se com o Cristo Cósmico. Ele é chamado de Estrela Solar e fica localizado acima de nossa cabeça, muitas vezes do lado direito. A cor dele vai depender do plano evolutivo e do raio de iniciação no qual a pessoa se encontra, mas normalmente ele é branco ou dourado, podendo em muitos casos vibrar na cor violeta devido ao processo de transmutação das energias que estão no campo vital da pessoa.

Esse chakra que despertou está diretamente alinhado com o coronário, que permite a percepção de outras realidade multidimensionais e que pode ser ativado durante as meditações. Esse chakra pode inclusive assumir uma poderosa esfera que protege todo o corpo. Está diretamente alinhado com o cardíaco, onde se encontra a Chama Trina, por esta conter o código de acesso ao nosso Eu Sou. Assim, esse chacra age dentro do princípio da trindade, ou seja, ele unifica-se com o coronário e com o cardíaco para estimular a Chama Trina a ativar os códigos de comunicação com outras realidades do nosso Eu Sou, ou vidas paralelas.

Uma característica importante desse chakra é permitir que as pessoas que o têm alinhado possam discernir sobre os caminhos e as informações que vêm ao encontro de sua pessoa, podendo intuir o que está de acordo com sua energia evolutiva ou não. Isso será de vital importância no processo de seleção de energias que está sendo efetuado pelos portais 11:11 e 12:12, além de outros processos seletivos de vibração e empatia entre as pessoas. Lembremos que no decorrer de nosso despertar, estamos conhecendo pessoas com afinidades com nossas ideias e, por outro lado, estamos deixando de ver pessoas que não fazem mais parte de nossa realidade ou concepção de vida. Assim, esse chakra ajuda no processo de discernimento sobre que caminho trilhar.

Temos também outro ponto interessante que pode ser denominado de chakra do sonho, localizado na nuca ou cerebelo. Esse chacra está relacionado com o 22° Raio, pois é de cor índigo blue, que pode ser visualizado como metalizado por algumas pessoas. Ele vem permitir a nossa conexão com os sonhos e viagens astrais para que possamos reativar nossas memórias quânticas com a realidade. Isso tem permitido a muitas pessoas verificar que seus sonhos são mais reais porque as viagens astrais estão ficando mais claras e vívidas. Esse chakra permite o acesso às vidas paralelas e também à capacidade de prever acontecimentos futuros porque como ele está localizado na base no nosso cérebro, ativas capacidades e glândulas que antes estavam adormecidas. Por essa razão está relacionado com a ativação de certas capacidades extrassensoriais como a vidência e a clarividência.

Outro novo companheiro desperto é o chakra do timo, de coloração cristalina, que fica entre o cardíaco e o laríngeo. Esse chakra relaciona-se com o nosso campo imunológico do organismo e relaciona-se como ondas de rádio com o restante do corpo e dos chakras. Ele também ajuda no campo vital no qual montamos nossos exercícios de expansão da Chama Trina, pois provoca a criação de um campo de proteção nos corpos sutis, enquanto estamos sintonizados com as altas energias provenientes do tubo de luz eletrônico.

Outro desses novos centros de energia é o chakra do diafragma, que se relaciona de forma direta com o plexo solar, portanto, está diretamente relacionado com as emoções e todas as situações que se focalizem no plexo solar. Esse novo centro de energia pode permitir que as energias que vêm de encontro ao corpo ou ao nosso campo vital sejam desmagnetizadas de forma equilibrada, pois, estando no centro, ele pode canalizar as energias que devem ser irradiadas para os chacras inferiores, como para os superiores. Assim, estamos tendo uma nova fonte reguladora que vem de encontro com a nossa nova realidade, com a presença de milhões de seres dos cantos mais distantes do universo, vivendo juntos e emanando energias das mais distintas possíveis.

Torna-se necessário que o nosso corpo possa processar esse novo fluxo de energia e requalificá-lo ou desprezá-lo de forma a não mais deixar o organismo em colapso, como vinha ocorrendo com pessoas que se queixavam de dores
estranhas e mal estar. Esse processo também tem relação com a expansão áurica pela qual estamos passando há vários anos. Como podemos ver, temos novos campo de energia que vêm proteger e auxiliar o nosso processo de conexão com os planos paralelos. O chacra estelar ou portal dimensional tem relação direta com a ativação do Templo dos 22 Raios, pois se encontra em sintonia direta com o Cálice Sagrado e suas irradiações crísticas de energia. Sendo assim, para acessar esse templo, vamos efetuar alguns exercícios:

Sente-se na posição de lótus se possível ou em um sofá confortável, deixe que seu corpo se distenda, relaxe ao som de uma música instrumental calma. Quando sentir que seus estímulos se acalmaram, visualize esse portal sobre o lado direito, logo acima de sua cabeça. Imagine esse chacra da cor dourada ou branca, mas pulsando como um coração, que seus processos de dilatação e contração se igualem aos de seus corações. Para isso procure escutar suas pulsações e logo que a detectarem, alinhem-nas com o 10º chacra. Em seguida, alinhe sua Chama Trina com a pulsação do coração, fazendo com que as três chamas cresçam alternadamente conforme seus ritmos cardíacos e o da música. Relaxe e deixe que suas mentes flutuem nesse ritmo, deixando de lado todos os pensamentos e levite para onde sua mente o levar. Permita-se descobrir onde estão seus pontos mentais e emocionais do subconsciente alinhados. Isso é uma descoberta que deve ser efetuada, pois demonstra como estão seus mundos internos. Essa terapia ajuda a conhecer seu verdadeiro estado de espírito emocional. Com isso, pode-se efetuar um trabalho vibracional paralelo com os exercícios anteriores, portanto permaneçam relaxados até que suas mentes voltem ao estado normal.
Busque iluminar suas imagens com a Chama Violeta, para situações pouco agradáveis e com a Chama Dourada para as imagens boas. Lembrem-se: as imagens que aparecem fazem parte dos registros armazenados pelos seus
subconscientes, portanto devem ser requalificadas ou analisados para descobrir onde está a estagnação ou o foco.

 

Livro disponível na Loja Online

Livro disponível na Loja Online

Leia mais, adquirindo o livro O Portal dos 22 Raios na Loja Virtual

Este texto pode ser compartilhado desde que não seja alterado e cite o autor e a fonte: http://www.rodrigoromo.com.br