MAIS DE 250 MILHÕES DE HABITANTES. NA LUA.

Amigos e alunos,

Em vários momentos, tanto em cursos, matérias e livros, já temos abordado o fato da Lua ser uma estrutura artificial, ocupada em toda a sua estrutura por representantes das 22 Delegações, Aliança Galáctica, Draconianos, Xopatz, Anunnakis, Nibiruanos, 4º Reich, Sinistro Governo Secreto atual, além de outros grupos que a usam como base de apoio antes de iniciarem suas intervenções e projetos na Terra com base nos acordos estelares dos planetas em quarentena e pesquisa, como é o caso da Terra e da humanidade.

Dessa forma, as religiões e movimentos esotéricos associados à conexão tanto com Deuses como com Extraterrestres, são na verdade mecanismos de comunicação astral, de abdução e inserção de dispositivos denominados chips ou implantes no corpo de seus devotos ou fanáticos. Portanto, este novo artigo serve para reforçar as informações que têm sido passadas via canalização e contato mediúnico e um alerta àqueles que continuam reforçando contratos com os “deuses ou deusas” da Lua, acreditando que estão fazendo algo benéfico.

Leitura recomendada: Arquétipos Genéticos Conscienciais

UM CONHECIDO PILOTO DA CIA AFIRMA QUE A LUA POSSUI 250 MILHÕES DE HABITANTES

 

TRADUZIDO E ADAPTADO DE COLLECTIVE EVOLUTION – FONTE

Você pode pensar que é um absurdo a Lua abrigar até 250 milhões de habitantes, mas não é. Embora não possa ser comprovado, aqueles que observam a Lua sabem que inúmeras anomalias têm acontecido por décadas. “Contemplação sem investigação é o cúmulo da ignorância”, uma citação atribuída a Einstein é verdadeira neste caso. Se você fizer alguma pesquisa independente, ficará chocado com o que encontrará, especialmente quando se trata da credibilidade das fontes.

Já em 1970, dois respeitados membros da Academia Soviética de Ciências, Michael Vasin e Alexander Shcherbakov, criaram uma hipótese sugerindo que a Lua é uma nave espacial criada por seres desconhecidos. Avançando para os dias de hoje, temos ex-membros do alto escalão das agências militares e de inteligência compartilhando seus conhecimentos sobre fatos estranhos que estão acontecendo na Lua. Alguns exemplos estão listados nos artigos relacionados abaixo (em inglês).

Tomemos, por exemplo, Timothy Good, um dos maiores pesquisadores de OVNIs do mundo, que fez palestras em universidades, escolas e muitas organizações, incluindo o Instituto de Ciências Médicas Laboratoriais, o Royal Canadian Military Institute, a Royal Geographical Society e Royal Naval Air Reserve Branch, o Grupo de Estudos sobre OVNIs da Câmara dos Lordes e as sociedades da União de Oxford e Cambridge. Good diz que um ex-membro do MI6 revelou sua conversa com Neil Armstrong em uma conferência da NASA, quando ele confirmou que existiam “outras” espaçonaves na Lua quando a Apollo 11 pousou em 1969. Armstrong também confirmou que a CIA estava por trás do encobrimento. Ele também entra em mais detalhes sobre isso nesta palestra de 2013 (em inglês).

O Dr. John Brandenburg, Subgerente da Missão Clementine à Lua, que fazia parte de um projeto espacial conjunto entre a Organização de Defesa de Mísseis Balísticos (BMDO) e a NASA, também fez algumas revelações fascinantes. A missão descobriu água nos polos da Lua em 1994 (fonte: página 16 de 18) (fonte) (fonte). Mas, de acordo com Brandenburg, a Missão Clementine tinha uma agenda alternativa: “A Missão Clementine era uma missão de reconhecimento de fotos, basicamente, para verificar se alguém estava construindo bases na lua que não conhecíamos. Eles estariam expandindo (essas construções)? . . . de todas as imagens da Lua que vi que mostram possíveis estruturas, a mais impressionante é a imagem de uma estrutura reto-linear de quilômetros de largura. Ela parecia inconfundivelmente artificial e não deveria estar lá. Como alguém na comunidade de defesa do espaço, eu vejo essa estrutura na Lua com grande preocupação, porque não é nossa, não há como termos construído tal coisa. Significa que alguém está lá em cima.”

A citação acima vem do documentário “Aliens on the Moon”. Aqui está uma palestra interessante que Brandenburg deu sobre anomalias encontradas em Marte. Você pode ler mais sobre isso em detalhes aqui.

Os membros da Sociedade de Pesquisa Planetária para SETI (SPSR) já publicaram recentemente um artigo no Journal of Space Exploration sobre certas características do outro lado da lua que aparecem na cratera Paracelsus C. Intitulado “Análise de Imagem de Estruturas incomuns no Extremo Lado da Lua na Cratera Paracelsus C”, argumenta que essas características podem ser artificiais em sua origem, ou seja, alguém não-humano as construiu e as colocou lá. Sugere que a Lua também pode conter vida.

Tenha em mente que há um lado inteiro da Lua que estará sempre oculto, a menos que usemos sondas. Um novo estudo publicado no Journal of Space Exploration intitulado “Os Montes de Cydonia: Geologia Elegante, ou Geometria Tetraédrica e Reações de Pitágoras e Dirac?” Adicionou à já robusta evidência apontando para “intervenções artificiais na superfície” de Marte. O documento também acrescenta que já existem fortes intervenções superficiais artificiais.

O Oficial da CIA
Seu nome é John Lear e, como capitão de uma grande companhia aérea dos EUA, ele voou em mais de 160 tipos diferentes de aeronaves em mais de 50 países diferentes. Ele detém 17 recordes mundiais de velocidade no Lear Jet e possui todos os certificados de companhias aéreas emitidos pela Federal Aviation Administration. John Lear voou em missões em todo o mundo para a CIA e outras agências governamentais. Um ex-candidato ao Senado do Estado de Nevada, ele é filho de William P. Lear, designer do avião executivo da Lear Jet, inventor do aparelho de som automotivo e fundador da Lear Siegler Corporation. Lear se interessou sobre OVNIs 13 meses depois de conversar com funcionários da Força Aérea dos Estados Unidos que haviam testemunhado um pouso de OVNIs na Base Aérea de Bentwaters, perto de Londres, Inglaterra, e testemunharam três pequenos alienígenas caminhando até o Comandante de Voo.

No vídeo abaixo, ele mostra várias imagens e descreve estruturas, tecnologias, cidades como estruturas e estradas. O estudo mencionado anteriormente publicado no Journal of Space Exploration também menciona algo nesse sentido. Na palestra mencionada acima por Brandenburg, ele descreve a mesma coisa em Marte.
Abaixo você pode assistir a uma palestra dada por John Lear sobre sua pesquisa.

O que é fascinante é o fato de que muitas de suas informações corroboram com o testemunho de outras testemunhas, assim como com os estudos que vêm trazendo mais atenção para estruturas estranhas na lua que parecem ser extraterrestres.

Em alguns minutos de pesquisa conseguimos identificar outras fontes e pesquisadores que apresentam novos estudos, especialmente utilizando as imagens disponibilizadas pelo governo Chinês. Portanto, recomendamos que façam suas pesquisas e tirem suas próprias conclusões.

O vídeo abaixo é de um pesquisador independente, que utilizando um telescópio mais potente conseguiu ultrapassar a camada holográfica que cobre a Lua, oferecendo imagens incríveis da superfície lunar. Crédito do site: https://bruceseesall.com/