SOBRE AS VÁRIAS DEFINIÇÕES DA PALAVRA CABALA

Amigos,
para deixar claro a todos o motivo do uso da palavra Cabala ou Cabal em inglês. Em especial o uso deste termo por grupos chamados de “resistência” americanos, que estão denunciando e tentando trazer à tona as manobras e crimes contra a humanidade praticados por este grupo rebelde, descrito em várias literaturas como Governo Oculto, Illuminati, entre outros termos. Vejam abaixo a descrição número seis.
São várias as interpretações e significados catalogados, portanto, não é nossa intenção denegrir ou deturpar as técnicas de autoconhecimento que utilizam os estudos da Cabala Hebraica e suas variações.
Portanto, é recomendável que façam suas pesquisas, estudem e questionem sempre.

CABALA

1. FILOSOFIA – RELIGIĀO
– sistema filosófico-religioso judaico de origem medieval (sXII-XIII), mas que integra elementos que remontam ao início da era cristã [Compreende preceitos práticos, especulações de natureza mística, esotérica e taumatúrgica; afirma que o universo é uma emanação divina, tendo grande importância a interpretação e deciframento dos textos bíblicos (Antigo Testamento).].
2. POR METONÍMIA
Tratado dessa filosofia ou doutrina religiosa.
3. FILOSOFIA – RELIGIĀO
– exegese, interpretação ou método interpretativo das escrituras bíblicas (Antigo Testamento), ger. com base em alegorias e outras operações e recursos simbólicos, envolvendo esp. anagramas, transposições de letras etc., a atribuição de valores numéricos às letras do alfabeto hebraico e de significado aos números.
4. POR EXTENSÃO – FILOSOFIA
– nome dado a diversas correntes religiosas e filosófico-religiosas europeias, surgidas a partir do século XII e marcadas por misticismo e esoterismo.
5POR EXTENSÃO
– assunto, técnica ou procedimento de caráter mágico, esotérico, oculto, secreto ou supersticioso, como, p.ex., adivinhação, ou comunicação com entidades sobrenaturais ou espirituais.

6. FIGURADO (SENTIDO) – FIGURADAMENTE (DE ONDE SAIU O TERMO CRIADO EM INGLÊS “CABAL” UTILIZADO POR COREY GOODE, DAVID WILCOK, QANON E OUTROS)

– negociação ou combinação secreta, entre indivíduos ou grupos que têm um objetivo comum; intriga, conluio, maquinação.

7manobra ou arranjo pelo qual, nos círculos editoriais ou teatrais, se consegue determinar o sucesso ou fracasso.
Origem
ETIM lat.medv. cabbala, do heb. qabbālāh ‘tradição recebida’